Etiqueta: Jorge Coelho

Ascensão e queda na terra dos sonhos

O grande romance americano visto por um grande desenhador português
“O Grande Gatsby” retrata os loucos anos 1920 na América

Considerado hoje por muitos “o grande romance americano”, “O Grande Gatsby”, quase a completar 100 anos da primeira publicação, em 1925, não teve na altura grande sucesso, tendo vindo no entanto a ganhar relevância ao longo dos anos.
Na actual apetência da banda desenhada pela adaptação de clássicos da literatura, esta obra de F. Scott Fitzgerald não passou despercebida e uma das versões mais recentes tem a assinatura do desenhador português Jorge Coelho. Publicada originalmente há cerca de dois anos, em comic book, está agora em volume integral nas livrarias portuguesas, numa co-edição A Seita/Comic Heart, na colecção Nona Literatura, dedicada a adaptações literárias em BD.
Gatsby, o protagonista do romance, tem pontos de contacto com Fitzgerald, já que ambos nasceram em meio humilde, foram rejeitados pela mulher que amaram até alcançarem sucesso e, essa rejeição, levou-os a participar na Primeira Grande Guerra.
Ambientado nos “loucos anos 1920”, numa América que era simultaneamente a terra de todos os sonhos e o cemitério da maior parte das ilusões, “O Grande Gatsby” é um retrato duma época que um determinado estrato da sociedade norte-americana viveu de forma faustosa e ostentatória, em claro contraste com a vacuidade das suas existências vividas mais em função da forma do que do conteúdo.
História de paixões, amores ou simples caprichos sentimentais, esta adaptação escrita por Ted Adams encontrou em Jorge Coelho o artista ideal para recriar aquela obra, com o importante contributo das cores da também portuguesa Inês Amaro. O desenhador, que se lançou no mercado norte-americano a desenhar super-heróis para a Marvel, apresenta um notável retrato de época graças a um traço realista, fino e elegante, com o qual recria as enormes mansões e as grandiosas festas que nela tinham lugar, os potentes automóveis que começavam a encher as estradas e as personagens marcantes, orgulhosas e frias que Fitzgerald imaginou.
A opção por manter doses consideráveis do texto original nalgumas cenas, a par de outras que assentam apenas em balões de diálogo, torna o seu desfrutar mais pausado e obriga a um exercício de leitura mais apurado para fruir o belo desenho e reter da combinação de texto e arte a essência daquilo que Fitzgerald quis transmitir.

O Grande Gatsby
Adaptação da obra de F. Scott Fitzgerald
Ted Adams e Jorge Coelho
A Seita
176 p., 28,00 €


Escrito Por

F. Cleto e Pina

Publicação

Jornal de Notícias

Futura Imagem

Exposição — Variantes: Uma Homenagem à BD Portuguesa

Variantes

Ilustração de Pedro Morais.

Variantes

Começa desde logo com a descoberta de Bordallo Pinheiro como precursor de uma aventura com muitos nomes a destacar a partir daí. Mesmo enfrentando a difícil penetração num mercado que teima em não se abrir, apesar do reconhecimento internacional e prémios.

«Não nos interessa aqui elaborar uma análise crítica ou uma contextualização histórica profunda, mas não resistimos a fazer uma breve passagem pela sequência temporal do que tem vindo a luz em Portugal nesta arte, desde a célebre e inicial obra de Bordalo (…), e aquela que é seguramente uma das mais brilhantes obras nacionais na banda desenhada: Tu és a Mulher dos Meus Sonhos, Ela a Mulher da Minha Vida», explica-se no texto introdutório.

Mais do que um repositório histórico, esta proposta de homenagem é ela própria uma re-leitura, através de um percurso pelos autores e obras emblemáticas do passado, cujas pranchas escolhidas são recriadas por alguns dos desenhadores mais representativos das gerações actuais.

Autores homenageados

Ana Cortesão, André, António Jorge Gonçalves, António José Simões, António Resende Dias, Arlindo Fagundes, Augusto Mota, Carlos Botelho, Eduardo Teixeira Coelho, Fernando Bento, Fernando Relvas, Isabel Lobinho, Janus, João Fazenda, Jorge Magalhães, José Carlos Fernandes, José Luís Duarte, José Paulo Simões, José Ruy, Júlio Pinto, Júlio Resende, Luís Louro, Miguel Rocha, Nelson Dias, Nuno Artur Silva, Nuno Saraiva, Pedro Brito, Raphael Bordalo Pinheiro, Raul Correia, Roussado Pinto (Edgar Caygill), Sérgio Luiz, Stuart de Carvalhais, Tito, Victor Mesquita e Vítor Péon.

Autores das homenagens

André Caetano, André Pereira, Daniela Duarte, Fábio Veras, Francisco Nunes, Gonçalo Varanda, Jorge Coelho, José Smith Vargas, Madalena Abreu aka Hada, Marco Mendes, Marta Teives, Paula Cabral, Ricardo Baptista, Rita Alfaiate e Sofia Neto.

Textos

André Azevedo, André Oliveira, Isabel Carvalho, João Miguel Lameiras, João Paulo Paiva Boléo, João Ramalho Santos, José Hartvig de Freitas, Júlio Eme, Marco Mendes, Margarida Mesquita, Miguel Coelho, Pedro Cleto e Rui Cartaxo.

Edição integrada num projecto de A Seita no âmbito do programa Garantir Cultura.

Apoio à Exposição da Direcção Regional de Cultura do Norte/Ministério da Cultura.

Local

Galeria Mundo Fantasma

Inauguração

Sábado, 25 de Novembro de 2023, pelas 17h00

Autores

A confirmar